Relatório sugere que os EUA está revendo seu acordo comercial com a Coreia do Sul

  • Read this in
  • zh-hans
  • ru
  • es
  • en

Mike Pence

O vice-presidente norte-americano Mike Pence (foto) indicou durante sua visita à Coreia do Sul que o acordo comercial entre os dois países está sob revisão e poderia ser reformado, de acordo com um relatório da Reuters.

O acordo, que entrou em vigor em 2012, teve um impacto positivo sobre as exportações de veículos dos EUA para a Coreia do Sul, com volumes mais do que dobrando desde que foi criado.

Sob o acordo de livre comércio, quase 80% das exportações dos EUA para a Coreia de produtos industriais e do consumidor tornaram-se livre de impostos, subindo para 95% bilateralmente dentro de cinco anos da sua entrada em vigor.

De acordo com dados da Korean Automobile Importers e Distribuidores Association (KAIDA), 18.281 veículos foram exportados para a Coreia do Sul a partir dos EUA em 2016, em comparação a 8.252 em 2011. A Ford exportou a maioria dos veículos (11.220), seguida da Chrysler e GM.

Isso fez com que as exportações dos EUA para a Coreia do Sul crescessem mais rápido que as importações provenientes do país, que desaceleraram em relação ao mercado global dos EUA. Em 2010, antes do acordo ter sido colocado em prática, os EUA importaram 560.000 veículos da Coréia, enquanto a Hyundai e Kia construíram 448.000 veículos entre as suas duas fábricas no Alabama e Georgia. Em 2016, depois de um aumento de 52% nas vendas de veículos norte-americanos ao longo de 2011, as importações da Coréia do Sul ficaram 35% acima em quase 759.000, de acordo com o Automotive News Data Center, enquanto a produção Hyundai-Kia nos EUA tinham quase dobrado para 859.000 unidades.

Desde que assumiu o cargo em janeiro, o presidente dos EUA Donald Trump já retirou o país da Parceria Trans Pacífico e deu indicações de renegociar o Acordo Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta).

A Coreia do Sul gerou um superávit comercial de mais de US$23 bilhões, com os EUA em 2016, o dobro do excedente em 2011.

A Europa, que forneceu a maioria dos 225.279 carros importados para a Coreia em 2016, também assinou um acordo comercial com o país asiático em meados de 2011. As exportações de veículos anuais da Europa para a Coréia aumentaram para 171.569 em 2016, de 77.849 em 2011.US vice-president Mike Pence (pictured) has indicated during his visit to South Korea that the trade deal between the two countries is under review and could be reformed, according to a Reuters report.

The deal, which came into effect in 2012, has had a positive impact on US vehicle exports to South Korea, with volumes more than doubling since it was established.

Under the free trade agreement, almost 80% of US exports to Korea of consumer and industrial products became duty-free, rising to 95% bilaterally within five years of it coming into effect.

According to data from the Korean Automobile Importers and Distributors Association (KAIDA), 18,281 vehicles were imported into South Korea from the US in 2016, compared with 8,252 in 2011. Ford exported the most vehicles (11,220), followed by Chrysler and GM.

This left the US’s exports to South Korea growing faster than its imports from the country, which have slowed in relation to the overall US market. In 2010, before the agreement was put in place, the US imported 560,000 vehicles from Korea, while Hyundai and Kia built 448,000 vehicles between their two plants in Alabama and Georgia. In 2016, after a 52% rise in US vehicle sales over 2011, imports from South Korea were 35% up at almost 759,000, according to the Automotive News Data Centre, while Hyundai-Kia production in the US had nearly doubled to 859,000 units.

Since taking office in January, US president Donald Trump has already withdrawn the country from the Trans Pacific Partnership and made calls to renegotiate the North American Free Trade Agreement (Nafta).

South Korea generated a trade surplus of over $23 billion with the US in 2016, double the surplus in 2011.

Europe, which provided the majority of the 225,279 cars imported into Korea in 2016, also signed a trade agreement with the Asian country in mid-2011. Annual vehicle exports from Europe to Korea increased to 171,569 in 2016, from 77,849 in 2011.