Planta da VW Autoeuropa obrigada a embarcar via Leixões

  • Read this in
  • zh-hans
  • ru
  • es
  • en

VW T-Roc units awaiting export at Leixões

As greves no porto português de Setúbal que deverão continuar em janeiro forçaram a Volkswagen a mudar as exportações do seu SUV T-Roc, feito na fábrica Autoeuropa em Palmela, para o porto de Leixões a norte.

De acordo com a administração portuária do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL), o primeiro carregamento saiu do porto em 30 de novembro, tendo sido transportado por estrada da fábrica quatro dias antes. A remessa consistia em 700 carros, apenas mais de uma semana de produção daquele modelo da fábrica. A Autoeuropa também fabrica o VW Sharan e o Seat Alhambra.

Os carros estão sendo transportados através do terminal de carga geral e a granel do operador do terminal TCGL em Leixões. O TCGL é o principal operador ro-ro em Portugal e registou um crescimento de 18% em 2017, com o equivalente a 1 milhão de toneladas de tráfego.

O porto de Leixões está investindo para apoiar o aumento do tráfego automotivo e tem planos de instalar vagas de estacionamento para até 5.000 unidades até o final do ano. O porto já processou veículos acabados, mas parou de fazê-lo há 12 anos. Depois do primeiro novo carregamento ter saído do porto, a APDL sugeriu que o sucesso da operação mostrava que Leixões estava “preparado para fazer parte da solução e responder às necessidades de movimentação e exportação de veículos motorizados.”

O envio de carros de Setúbal tem passado por perturbações desde meados de agosto, quando uma disputa de horas extras saiu do controle. No final de novembro, a VW tinha sido forçada a cancelar pelo menos sete chamadas de navios para veículos fabricados na Autoeuropa.

Várias alternativas foram consideradas pela VW, incluindo os portos de Vigo e Santander. Em comunicado, no entanto, a Autoeuropa afirmou: “A única alternativa para Setúbal é Setúbal . Outras soluções disponíveis não garantem que toda a produção diária [possa ser acomodada].”

Cerca de 600 unidades T-Roc são atualmente construídas por semana na fábrica de Palmela.

Em comunicado, a Volkswagen disse que lamentava que “os envolvidos neste processo não tenham conseguido encontrar uma solução para a situação precária no porto de Setúbal”.